Com certeza alguns sons te lembraram de uma marca ou uma música em uma publicidade já ficou por dias em sua memória, tudo isso são ferramentas que unem branding e som. A seguir vamos explicar como se dá a criação de logotipo sonoro, onde ele se encaixa no projeto de music branding e como ele pode ajudar na publicidade da marca.

Branding

O branding se refere à união entre personalidade da marca e identidade de marca. A identidade da marca e a personalidade da marca refere-se a um conjunto de traços de personalidade humana associados a uma marca. É por meio do branding que os consumidores vão conseguir diferenciar uma marca da outra e se identificar com elas.

Music branding 

O music branding se refere a estratégia de utilizar a música e ativos sonoros como meio de comunicação da identidade da marca, sendo assim uma parte importante da estratégia de marketing. O music branding é peça importante do que chamamos de marketing sensorial, que pretende explorar os cinco sentidos do consumidor, nesse caso, a audição.

Música na publicidade 

Como o logotipo sonoro auxilia o branding e melhora sua publicidade ao longo do tempo

Na publicidade a música tem sido usada como uma ferramenta de marketing eficaz para atrair a atenção e melhorar a mensagem do produto, os estrategistas de marketing vão descrever os objetivos da campanha em termos de uma determinada identidade de marca a ser transmitida e os consultores musicais terão a missão de transformar essas informações em sons. A seguir vamos aprofundar as estratégias de music branding.

Logotipo sonoro X music branding

É possível confundir logotipo sonoro e music branding, pois ambos fazem parte do branding da marca. O logo sonoro é o processo de elaboração de um equivalente auditivo de uma representação gráfica de uma marca que incorpora a essência, os atributos e os valores da marca. A criação de um logo sonoro necessita do trabalho de consultores musicais, que serão capazes de transformar o logo visual da marca em um logo sonoro que contém gênero, instrumentos, melodia e ritmo. O music branding é uma forma da marca desenvolver uma “linguagem sonora”, criada pensando em melhorar a experiência da marca em vários pontos de contato do consumidor, sendo assim, o music branding necessita de um logo sonoro, pois ele faz parte desse compilado de ferramentas que fazem parte do branding da marca.

Logotipo sonoro X jingle

Embora as duas ferramentas sejam memoráveis, elas são diferentes entre si. Isso porque o logo sonoro ajuda a dar significado à marca ao mesmo tempo que transmite o caráter da marca, ele normalmente tem de um a cinco segundos de duração, podendo ou não conter palavras. O jingle surgiu como ferramenta e mecanismos para gravar uma mensagem memorável na mente dos consumidores sobre uma marca, por isso eles são sempre mais longos e contém letras, ao contrário do logo sonoro.

Logotipos sonoros conhecidos pelo público

As marcas provaram que é possível ter um logo sonoro tão memorável quanto o logotipo visual, basta incluí-lo em peças-chave de comunicação da marca. A seguir trazemos alguns logotipos sonoros que com certeza já estão na sua mente e que só conseguiram esse feito pois foram executados diversas vezes ao longo do tempo.

Mc Donald’s

A rede de fast food possui um logotipo sonoro composto por apenas cinco notas, mas já está presente na memória de todos os consumidores.

Netflix

O famoso “Tu-dum” da Netflix, serviço de streaming de filmes e séries, está presente no início de toda produção da plataforma.

Claro

A empresa de telefonia móvel, telefonia fixa, banda larga e TV por assinatura, conta com um logo sonoro de apenas três notas.

Globo

A rede de televisão Globo possui o famoso “plim plim” como logo sonoro.

20th Century Studio

O estúdio de cinema americano 20th Century Studio possui um logo sonoro muito característico e que combina diversos instrumentos, ele aparece no início de filmes e séries.

Ifood

O logotipo sonoro do Ifood, aplicativo de entrega de refeições e mercado, foi lançado recentemente e é composto também pela leitura do nome da marca.

Logotipo sonoro e publicidade

A capacidade da música de modular mudanças afetivas e induzir mudanças positivas faz com que ela tenha uma função especial na tomada de decisão. Pesquisas revelaram que a presença de um logotipo sonoro em situações de decisão evoca emoções positivas e essas emoções ajudam a estimular a descoberta e o envolvimento com a marca, além disso, mesmo sendo expostos a informações negativas sobre a marca, o logotipo sonoro ainda gerava emoções positivas, o que aumentava a intenção e compra dos consumidores. Dessa forma, o logo sonoro mostrou sim sua eficácia quando o assunto é convencer os consumidores a comprar.

Por onde começar seu projeto de music branding?

Depois de entender melhor o que é o music branding e onde o logo sonoro se encaixa, você deve estar se perguntando por onde deve começar para construir um branding musical para sua marca. Então vamos lá!

O primeiro passo é escolher uma empresa de music branding que conta com consultores musicais com uma vasta experiência, além de compositores e produtores musicais capazes de criar sons de acordo com a identidade da sua marca, esses profissionais serão capazes de criar desde logotipo sonoro, até música ambiente para o ponto de venda, por exemplo.

Nós da Gomus há 20 anos transformamos ideias em música e música em resultados. Já desenvolvemos diversos projetos de music branding, incluindo logotipo sonoro para marcas que são referência no Brasil e no exterior.

Confira abaixo o projeto desenvolvido para o Shoptime, uma empresa brasileira de varejo presente em diversos canais, que tivemos a honra de desenvolver a identidade sonora da marca.

No site você pode conferir mais cases de sucesso e experimentar um pouco das sensações e emoções que a música é capaz de despertar em você e em seus consumidores. 

 

Fontes:

Kemp, E., Cho, Y. N., Bui, M., & Kintzer, A. (2023). Music to the ears: the role of sonic branding in advertising. International Journal of Advertising, 1–21.

Martin Herzog, Steffen Lepa, Hauke Egermann, Andreas Schoenrock & Jochen Steffens (2020) Towards a common terminology for music branding campaigns, Journal of Marketing Management, 36:1-2, 176-209.